Facebook

Arquivo Jurídico

sindicalizese

Minuta de responsabilidade civil

Médicos Hospitalares
Médicos de Família
Reclamação do pagamento aos médicos especialistas que exercem funções da categoria de assistente
Informação
Formulário Inrtutório

Descanso Compensatório. Trabalho Noturno. Trabalho ao Domingo, em Dia de Descanso Semanal e em Dia Feriado

Minuta para
descanso
compensatório

Minutas de requerimento das progressões remuneratórias obrigatórias

Medicina Geral 
e Familiar
Carreira 
Hospitalar
Parecer/FNAM 
n.º 1/2018

Ler mais...

Minutas para pedir a atribuição de incentivos
Médicos com CIT
Médicos com CTFP
Minutas para solicitar a regularização do pagamento do trabalho noturno
Médicos com CIT
Médicos com CTFP

A total inércia do Ministério da Saúde perante as revindicações dos médicos é inaceitável e prova a ausência de interesse em parar com a degradação e desmantelamento do SNS. Os médicos, que sempre foram um parceiro importante na criação e manutenção de um SNS com qualidade, chegaram a um ponto de tolerância zero!

Após a greve muito expressiva, de 8 de Novembro, não houve qualquer indício de contraproposta negocial, limitando-se o Ministério da Saúde a persistir num mutismo incompreensível!

A Comissão Executiva da FNAM reunida a 5 de Janeiro reitera as exigências feitas em comunicado no dia 8 de Novembro de 2017:

1. Estabelecimento de calendário negocial para o descongelamento da Carreira Médica e das suas grelhas salariais.

2. Estabelecimento imediato de negociações com vista à criação de um estatuto profissional de desgaste rápido e de risco e penosidade acrescidos.

3. Prossecução da negociação do caderno reivindicativo da FNAM.

Dada a ausência persistente de qualquer sinal do Ministro da Saúde de vir ao encontro da discussão e negociação séria e transparente, a Comissão Executiva da FNAM deliberou solicitar uma reunião urgente com o Ministro da Saúde. A CE da FNAM reafirma a sua disponibilidade para chegar a acordo negocial e apela ao Primeiro-Ministro para que conceda audiência solicitada há 8 meses. Esperamos que o Governo apresente interesse em parar a degradação das condições do trabalho médico e do SNS, de forma a evitar mais incómodos aos nossos doentes e evitar o agravamento do descontentamento dos médicos.

Caso o Ministério da Saúde persista, no início do ano de 2018, na sua atitude de afronta ao trabalho e dedicação dos médicos do SNS, ignorando os problemas sentidos por estes, a CE da FNAM anuncia que, mais uma vez, o Governo obrigará os médicos a empreender formas de luta extraordinárias!

 

Coimbra, 8 de Janeiro de 2018

A Comissão Executiva da FNAM

Arquivo Jurídico

Sindicato dos Médicos da Zona Sul. Serviço Jurídico. Arquivo Documental
  • 2018 (89)
    Ministro das FinançasSecretária de Estado da SaúdeDespacho n.º 6833-A/201813 de julhohttps://dre.pt/application/file/a/11579...
  • 2018 (88)
    Resolução do Conselho de Ministros n.º 88/201812 de julhohttps://dre.pt/application/file/a/115685602Designa os membros do Conselho ...
  • 2018 (87)
    Resolução da Assembleia da República n.º 185/201812 de julhohttps://dre.pt/application/file/a/115685597Recomenda ao Governo ...
  • 2018 (86)
    Resolução da Assembleia da República n.º 184/201812 de julhohttps://dre.pt/application/file/a/115685596Recomenda ao Governo ...
  • 2018 (85)
    Ministro da SaúdeDespacho n.º 6780/201812 de julhohttps://dre.pt/application/file/a/115685307Designa o Dr. José Martins Nunes para ...