Estetoscópio

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SMZS) repudia vivamente a deliberação do Conselho Diretivo da ARS do Alentejo, de dia 26 de junho (sexta-feira), que «determina que os profissionais de saúde que prestam cuidados de saúde diretos à população não podem gozar férias até ao próximo dia 10 de julho».

Trata-se de mais um exemplo de uma gestão autocrática, que demonstra uma completa ausência de planeamento da prestação de cuidados de saúde por entidades meramente administrativas, que recusam ouvir os profissionais de saúde que estão «no terreno» e reforçar as equipas contratando profissionais em número adequado.

O SMZS manterá a sua postura de denúncia de quaisquer políticas lesivas para a saúde da população bem como dos direitos dos profissionais médicos

A Direção do SMZS
29 de junho de 2020

Manifestação da Frente Comum

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) saúda os trabalhadores da Administração Pública e a Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública pelo Plenário Nacional de Trabalhadores de 25 de junho.

A luta dos trabalhadores da Administração Pública tem como objetivo a dignificação das carreiras e dos salários, a contratação de novos trabalhadores e a valorização dos serviços públicos e das funções sociais do Estado.

A FNAM considera fundamental a existência de carreiras, a dignificação das mesmas e dos trabalhadores, bem como defende serviços públicos de qualidade e solidariza-se com os trabalhadores da Administração Pública.

Coimbra, 25 de junho de 2020
A Comissão Executiva da FNAM

© 2018 Sindicato dos Médicos da Zona Sul